Compartilhe esta noticia:

JOÃO ROCK SE CONSOLIDA ENTRE OS GRANDES FESTIVAIS NACIONAIS

JOÃO ROCK SE CONSOLIDA ENTRE OS GRANDES FESTIVAIS NACIONAIS

O 11º Festival João Rock reuniu mais de 25 mil pessoas, no Parque Permanente de Exposições, no último sábado, 23 de junho. Foram 13 shows de artistas nacionais apresentado em dois palcos. No palco principal estiveram Agridoce (Pitty e Martin), Zeca Baleiro, Monobloco, Jota Quest, Charlie Brown Jr, O Rappa, CPM 22 e Criolo. Nessa edição, pela primeira vez na história do Festival, todos os shows do palco principal foram transmitidos ao vivo pela Multishow, que também entrevistou os artistas antes e depois de cada apresentação.

 

Também foi a primeira vez que o Festival abriu espaço para bandas independentes, no Palco Universitário Fora do Eixo, onde estiveram as bandas Nevilton, Aláfia e Lurdez da Luz, Chavala Talhada, Macaco Bong e Black Drawing Chalks. Esses shows foram transmitidos ao vivo pela TV Fuligem do Coletivo Fuligem, parceiro do Circuito Fora do Eixo. "A estrutura do palco é fantástica. É um prazer muito grande se apresentar num festival de grande proporção como é o João Rock. A galera é linda, está de parabéns", disse Nevilton de Alencar.

 

O público que acompanhou a maratona de 12 horas de música, em total clima de paz e diversão, veio de várias regiões e estados, como São Carlos, São José do Rio Preto, Serrana, Guariba, São Simão, Franca, além de muitas pessoas de várias cidades de Minas Gerais, que marcam presença todos os anos no Festival.

 

PALCO SAGRADO

Conhecido pelos encontros musicais que promove, o João Rock, mais uma vez, reuniu vários artistas. O primeiro encontro foi durante o show da banda Jota Quest, que aproveitou a presença de Pitty e Martin, que também participaram do mais recente DVD da banda, para repetir a dose no João Rock. A música escolhida foi “Me Adora”, de Pitty. “É sempre bom poder receber amigos especiais no palco”, comentou Rogério Flausino, vocalista da Jota Quest.

 

O segundo encontro da noite levou o público ao delírio. Durante o show d’O Rappa, um dos mais esperados desse ano, por conta de uma “pausa” com a turnê, Chorão foi convidado por Falcão para subir ao palco. Sentindo-se muito honrado, Chorão disse que os encontros do João Rock são sempre especiais. “Esse palco é sagrado. Só o João Rock poderia me dar a honra de cantar com O Rappa, a melhor banda do Brasil, na minha opinião, pelas diferentes musicalidades e que serve como referência para todos nós”, revelou o vocalista do Charlie Brown Jr.

 

Em entrevista à Multishow, o vocalista da banda CPM 22, Badauí, disse que os encontros se estendem ao público e não somente ao interesse dos artistas em tocar juntos. “O público gosta de ver vários artistas tocando junto. É diferente e o João Rock apoia isso, para nós é ótimo ter a chance de tocar com os amigos”, declarou.






Pitty e Rogério Flausino dividiram o palco




Chorão e Falcão: Palco Sagrado



 

Phábrica de Ideias Assessoria de Imprensa

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

WebRadio FFN

Publicidade

Anuncio